Posted by: unitrapped | 14/04/2012

The Booklovers + 1

 

 

Luz, câmara, acção. O espectáculo vai começar agora mesmo, mas não em cima do palco propriamente dito, não onde todos pudessem ver. Nem pensar. Mesmo ali na boca do palco do Teatro Aveirense, onde os nervos costumam imperar segundos antes das cortinas se abrirem, a meia-luz e com a classe que lhe é sobejamente reconhecida, um calmíssimo e bem-disposto Neil Hannon abriu as portas do seu maravilhoso cancioneiro pop para o auditório da Videoteca Bodyspace, poucas horas antes de o fazer para algumas centenas de pessoas, visivelmente rendidas ao seu inesgotável talento e imaginação. Fê-lo com a generosidade de quem sabe que as suas canções não são só pertença sua; fê-lo sabendo perfeitamente que estas revertem já a favor de uma base de dados universal acessível para aos que estudam e tentam lidar com as maravilhosas ironias da existência, com o amor, com os pequenos episódios de uma peça de teatro em tempo real chamada vida.     

Advertisements

what? Say it again, please, the music was too loud ;-)

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

Categories

%d bloggers like this: